notícias
08 Feb
A pera

A pera

A pera é o fruto comestível da pereira, nativa da Europa Oriental e da Ásia Ocidental. Cresce em todas as regiões temperadas do mundo e representa uma das mais importantes frutas destas regiões.

Origem e História

Foi durante o Período Terciário que se estima que o género Pyrus (família Rosaceae) tenha evoluído, na zona mais ocidental da China. Depois, espalhou-se para Este e Oeste, adaptando-se e dando origem à especiação. Em 1951, Vavilov identificou três geografias-chave para o início da diversificação do género pyrus: China, Ásia Central e Leste da Ásia Menor (Anatólia), onde se julga que foi a origem das espécies domesticadas P. Communis. A pera é cultivada sobretudo na Europa, China e Japão, apesar das plantações noutras regiões do mundo terem vindo a aumentar nas últimas décadas.

Classificação Taxonómica

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Magnoliopsida

Ordem: Rosales

Família: Rosaceae

Género: Pyrus

Existem espécies de pera que são utilizadas para produzir frutos para consumo e outras para fins meramente ornamentais. A Pyrus communis (Europa) é a espécie mais difundida, sendo que os cultivares mais relevantes na Comunidade Europeia são “Conference” (26,2%), “William’s” (12%), “Abbé Fétel” (11,6%), “Blanquilla” (9,3%), “Rocha” (5%) e “Beurré Bosc” (2,7%). Já nos EUA domina o cultivar “William’s” (52%), enquanto na Argentina, Chile, Austrália e América do Sul o maior cultivar é “Packham’s Triumph”.

Produção mundial

A pera é consumida sobretudo em fresco, mas também enlatada, seca ou processada em puré ou sumo. Entre 2001 e 2003, a produção mundial de pera rondava as 17 toneladas anuais, tendo crescido para quase 1.8 milhões de hectares em 2004, num total de 63 países produtores. Os principais produtores de pera são a China, Itália, EUA, Espanha e Argentina, sendo a China o principal produtor, com uma média anual de 9 milhões de toneladas. Na Europa, a Itália é o principal produtor (900 mil toneladas), seguindo-se a Espanha, com 627 mil toneladas.

Em Portugal, a grande produtora de pera é a região do Ribatejo e Oeste, representando 87% da produção do total do Continente. A restante produção é distribuída por Leiria, Pinhel, Covilhã e Fundão, sendo que a produção anual ronda as 190.000 toneladas. 95% da produção nacional assenta na variedade/cultivar “Rocha”, sendo o restante volume respeitante às variedades “Passe Crassane”, “General Leclerc”, “Doyennédu Comice”, “Lawson”, “Carapinheira”, “Morettini”, “Clap’s Favourite”, “Pérola” e “D. Joaquina”. A época de comercialização ocorre maioritariamente de agosto a junho e cerca de metade da produção destina-se a Organizações de Produtores.

Pera Rocha

A pera Rocha do Oeste é um produto com Denominação de Origem Protegida (DOP), sendo uma variedade exclusivamente portuguesa. Este cultivar tem uma excelente capacidade de conservação e é muito resistente ao manuseamento e transporte, perdendo pouco sabor durante o período de conservação. Cerca de 30% da produção destina-se a exportação para países como Reino Unido, Rússia, Brasil, Irlanda, França, Canadá e Espanha.