Academia

ACADEMIA

A Academia concentra as iniciativas de formação do Centro de Frutologia Compal, apostando no reforço das competências técnicas e de gestão da nova geração de fruticultores.

Com uma forte componente prática, transmite os conhecimentos que suportam a prática sustentável da fruticultura, divulga as melhores práticas no âmbito da produção e gestão agrícola e promove o networking incentivando a colaboração e a criação ou reforço de parcerias no setor.

O programa de formação da Academia tem uma duração média de 65 horas e é composto por módulos teóricos, sessões no terreno e visitas a explorações modelo.

A Academia do Centro de Frutologia Compal pretende disseminar conhecimento sobre a fruta e seus produtos derivados, através de um programa de formação composto por módulos teóricos, sessões no terreno e visitas a explorações modelo que permitem aos fruticultores conhecer as especificidades da produção e gestão agrícola nas várias regiões do país.

2013
2014
2015
2016

Em 4 edições, a Academia formou 48 fruticultures e atribuiu 12 bolsas de instalação no valor de 240.000 euros.

  • Alexandre Pacheco

  • Joana Rossa

  • Sandra Fabricio

  • Aurora Santos

  • Ricardo Tojal

  • Filipe Alves

  • Olívia Calvo

  • Nuno Carvalho

  • Marcio Pinheiro

  • Ana Pacheco

  • Carlos Matos

  • Gil Silva

FASES

A Academia direciona-se para empreendedores frutícolas que pretendem instalar-se pela primeira vez, aumentar a sua exploração agrícola ou reconvertê-la. Desenrola-se em 7 fases, culminando com a atribuição de 3 bolsas de instalação, no valor de 20.000 euros cada.

  • Submissão de Candidaturas

    09 de janeiro de 2017 a 09 de março de 2017

    Fase 1
  • Avaliação de Candidaturas

    14 de março de 2017 a 06 de abril de 2017

    Fase 2
  • Divulgação de Resultados

    11 de abril de 2017

    Fase 3
  • Período de Formação

    abril a julho de 2017

    Fase 4
  • Submissão de Projetos

    03 de julho de 2017 a 31 de julho de 2017

    Fase 5
  • Avaliação de Projetos

    07 de agosto de 2017 a 30 de setembro de 2017

    Fase 6
  • Divulgação de Resultados e Atribuição de Bolsas

    outubro/novembro de 2017

    Fase 7

JÚRI

Com responsabilidade ao nível da avaliação das candidaturas e dos projetos de instalação agrícola submetidos, integram o Júri da Academia:

A Academia do Centro de Frutologia Compal destaca-se pela forte componente prática (cerca de 70% do programa), com visitas a explorações modelos onde se aplicam as melhores práticas agrícolas do país.

Em simultâneo, o contato com mais de 15 formadores durante o programa de formação, onde se incluem professores universitários, dirigentes associativos e empresariais e técnicos agrícolas especializados, permite aos empreendedores que frequentam a Academia, para além do conhecimento adquirido, fortalecer a sua rede de contato e criar condições para estabelecer parcerias de negócio.

Ao longo dos últimos anos, o Centro de Frutologia Compal tem trabalhado para que a Academia seja um programa abrangente e de âmbito nacional. Para isso, a formação lecionada em 2016 abrangeu 21 frutas, ocorreu em 9 regiões de Portugal e contemplou 65 horas de formação.

FORMAÇÃO

O programa de Formação da Academia tem objetivos específicos associados aos diferentes tipos de sessões:

  • Sessões no Terreno

    Demonstram no terreno a aplicação dos conhecimentos que suportam a prática sustentável da fruticultura ao longo da cadeia de produção e possibilitam o contacto e o intercâmbio de conhecimentos e experiências com produtores, técnicos e empresários agrícolas, de modo a que os participantes conheçam as características, constrangimentos e exigências do setor.

  • Módulos Teóricos

    Possibilitam a aquisição dos conhecimentos que suportam a prática sustentável da fruticultura ao longo da cadeia de produção – desde a preparação do projeto e a instalação do pomar até à comercialização dos produtos – considerando sempre as diferências exigências e especificidades por espécies.

  • Visitas a Explorações Agrícolas Modelo

    Dão a conhecer explorações agrícolas ou campos de experimentação que sejam reconhecidos pela utilização de processos e técnicas inovadoras na área da fruticultura ou que sejam exemplo de boas práticas no âmbito da produção e gestão agrícola.

CANDIDATURAS 2017

A fase de candidaturas à Academia 2017 decorre entre 09 de janeiro de 2017 e 23 de fevereiro de 2017. Podem candidatar-se empreendedores que pretendam criar ou expandir o seu negócio frutícola, sendo que os projetos devem incidir em, pelo menos, uma das seguintes frutas: Alperce, Ameixa, Ameixa Rainha-Cláudia, Amora, Cereja, Clementina, Diospiro, Figo, Framboesa, Laranja, Limão, Maçã, Marmelo, Melancia, Melão, Meloa, Mirtilo, Morango, Pêssego, Pera Rocha e/ou Romã.

Do total de candidaturas, serão escolhidos os projetos de 12 empreendedores para participar na Academia, sendo que os três melhores recebem uma bolsa de 20 mil euros após o final do programa de formação.

As candidaturas devem ser apresentadas até ao dia 23 de fevereiro, através do Formulário de Candidatura à Academia 2017 do Centro de Frutologia Compal.

O preenchimento do formulário de candidaturas deve ser antecedido pela leitura do Regulamento da Academia 2017 e acompanhado pelo Guia de Preenchimento do Formulário de Candidaturas à Academia 2017.

regulamento guia de candidaturas

 

formulário de candidatura